post

Saiba o que é um gateway de pagamento, como funciona, como escolher, quais são os benefícios em usá-lo.

Se um aplicativo possui a opção de fazer compras dentro dele, provavelmente ele possui um gateway de pagamento. Estes softwares possuem um grande papel na economia digital e sem eles, talvez, muitos dos nossos apps favoritos jamais existiriam.

Quando os cartões de créditos surgiram, revolucionaram nossa maneira de comprar. Os processos de compra se tornaram mais rápidos. Porém, o tempo passou e até mesmo o cartão está se tornando obsoleto.

Saiba abaixo o que é um gateway de pagamento, como funciona, como escolher, quais são os benefícios em usá-lo.

Gateway de pagamento: o que é?

Um gateway de pagamento é um sistema de pagamentos online. Ele é responsável por fazer a ponte de comunicação entre o banco, a operadora de cartão e o cliente. Basicamente, se trata de uma API que gerencia transações online como se fosse uma maquinha de cartão virtual. Portanto, é a partir dele que é possível dividir preços de compras e distribuir os valores a cada operação.

Como funciona um gateway de pagamento?

É bem simples: você envia a ordem de pagamento e o sistema cuida para que o dinheiro chegue ao remetente. Usando a analogia da máquina de cartão, o gateway de pagamento faz a comunicação com o adquirente (bandeira) e executa a transação. A operação é executada independente da bandeira ou banco do seu cartão.

Devido ao checkout transparente (explicaremos logo abaixo), os gateways de pagamento são ótimos para se criar uma experiência de compra única. Com um gateway você não precisa sair da plataforma que está usando para finalizar a compra.

De certa forma, se tornou inevitável usar um gateway de pagamentos em aplicativos ou sites, especialmente para fins de experiência do usuário. Apesar de que, no caso dos aplicativos, ambos os sistemas operacionais (Android e iOS) possuem opções para que os desenvolvedores implementem compras.

Gateway x Intermediador

Há uma grande confusão entre essas duas soluções. Mas é muito fácil de diferenciá-los: se no último passo da sua compra você foi redirecionado para outro site (como Pagseguro, Paypal e MercadoPago), você está utilizando um intermediador de pagamento. Agora, se você finalizou a sua compra dentro do app/site, então você acabou de utilizar um gateway de pagamento.

Quais os benefícios em se usar um gateway de pagamentos?

Lojas de comércio eletrônico e aplicativos mobile de qualquer tipo podem conseguir diversos benefícios com um gateway de pagamento. São eles:

Integração

O gateway de pagamento pode ser facilmente integrado, não apenas ao seu aplicativo, mas a outras ferramentas e soluções, incluindo softwares antifraudes — elemento obrigatório em qualquer tipo de empreendimento digital.

Split

Este é um recurso amplamente usado em marketplaces e em aplicativos de mobilidade urbana. É bem simples: de toda transação feita em um aplicativo tipo Uber, uma porcentagem fica com o motorista e a outra com o dono do app, quem faz essa divisão? Resposta rápida: um gateway de pagamentos.

Checkout transparente

Sabe aquele momento final o qual você preenche um formulário com seus dados pessoais e do seu cartão para concluir a compra? Este é um passo muito importante da jornada de compra. Um checkout longo e complexo faz com que os clientes desistam da compra no último passo.

É aí que o checkout transparente entra em ação. Com um gateway de pagamento implementado, o último passo da compra é feito totalmente dentro do site/app. Tornando o processo de compra muito mais simples!

Pagamento recorrente

Um gateway oferece serviço de pagamentos recorrentes. Isto é, se você possui um serviço de assinatura como netflix, o gateway fará as cobranças automaticamente.

Dados de inteligência

Todo facilitador de pagamentos fornece dados para que os desenvolvedores possam organizá-los em um painel administrativo. Dessa forma, se você possui um site ou um aplicativo, você terá total controle das finanças relacionadas ao seu negócio.

Como escolher um gateway de pagamento?

O primeiro passo é óbvio: o preço. Se o serviço não se adequar a sua realidade financeira, ele pode inviabilizar o seu projeto. Mas não se prenda somente a isso. Outro ponto muito importante é a segurança.

Certamente, o preço é sempre o fator chave na hora de se escolher um gateway. Entretanto, você deve sempre ponderar entre os dois fatores. Afinal de contas, você estará lidando com diversos dados pessoais e não oferecer segurança aos seus clientes pode lhe colocar em uma péssima situação, especialmente com políticas governamentais de proteção de dados.

E aí?

Se você fosse criar uma solução tecnológica, ela teria um gateway de pagamento? Deixe sua resposta nos comentários!

Fonte: www.usemobile.com.br

Enviar uma mensagem

Nós adoraráriamos ajudar. Por favor forneceça alguns detalhes e nós entraremos em contato em breve.